Projetos

Grupo de Mulheres Negras Dandara no Cerrado

Ifaradá - Resistência e direitos humanos em Goiás

Goiás

Objetivos e público alvo

O Dandara pretendeu articular movimentos sociais e quilombolas, sobretudo que atuam com a população negra e mulheres nas periferias de 14 municípios da Região Metropolitana de Goiânia – além da própria capital do Estado, Aparecida de Goiânia, Trindade, Senador Canedo, Cavalcante, Teresina de Goiás, Monte Alegre de Goiás, Mineiros, Minaçu, Barro Alto, Santa Rita do Novo Destino, Cidade Ocidental, Cromínia, São Luís do Norte – para construir um seminário com 60 participantes e foco nas discussões sobre direitos humanos e discriminação étnico-racial e de gênero, no contexto do Ano Internacional dos Afrodescendentes.

Atividades principais

  • Realização de seminário para 60 participantes
  • Articulação da Rede de Entidades Negras e Quilombolas do Estado de Goiás
  • Lançamento da Plataforma Política das Mulheres Negras do Estado de Goiás, construída como resultante de um processo desenvolvido entre os anos de 2008 e 2010

Contexto

A combinação de efeitos do racismo estrutural da sociedade, bem como da hierarquização patriarcal que afeta as mulheres e ocasiona sua discriminação em todos os campos dos direitos humanos faz com que as mulheres negras sejam, na desigual sociedade brasileira, o grupo mais atingido pela exclusão social.

Sobre a organização

A entidade contribui para a afirmação do direito à cidadania a partir de uma perspectiva feminista e com vistas à construção de uma sociedade justa, plural, sem racismo e sexismo, no contexto de ações educativas em gênero, raça, mulheres negras, empreendedorismo étnico e cultural, geração de trabalho e renda, moradia, direitos humanos e saúde reprodutiva. Sua atuação busca intervir de forma direta nas políticas públicas para mulheres e adolescentes negras,

Parcerias

Fórum Nacional de Mulheres Negras
Articulação de Mulheres Brasileiras
Rede da Atenção a Mulheres, Crianças e Adolescentes em Situação de Violência
Conselho Nacional de Promoção da Igualdade Racial
Rede de Pesquisa Afrodescendente

Resultados

Durante o período do projeto, o grupo realizou visitas e rodas de conversa em comunidades, principalmente quilombolas, de 16 municípios, além de participar de eventos. Foram promovidos seis cursos de direitos humanos e o 2o. Encontro Estadual de Mulheres Negras. Publicação da Cartilha Lei Maria da Penha e lançamento da Plataforma Política das Mulheres Negras de Goiás.

Linha de Apoio

Edital Anual

Ano

2011

Valor doado

R$ 25 mil

Duração

12 meses

Temática principal

Enfrentamento ao racismo

Ajude a transformar o país!
Colabore com nosso trabalho!

DOE AGORA

Projetos

Conheça os projetos apoiados pelo Fundo Brasil

Saiba mais