Projetos

Rede de Comunidades e Movimentos Contra a Violência

Projeto Dulcinérea

Rio de Janeiro

Objetivos e público alvo

Apoiar a luta das mães de jovens mortos pela ação do Estado no sentido de fornecer-lhes assistência regular nos âmbitos jurídico, social e médico-psicológico.

Atividades principais

  • Acompanhamento das investigações até o julgamento
  • Assistência psicológica
  • Encontros de convivência e troca de experiências

Contexto

O projeto foi nomeado em homenagem à mãe de um dos cinco jovens mortos pela polícia em 2004 na ação que ficou conhecida como chacina do Caju. Dulcinérea morreu aos 42 anos e, segundo a organização, teria sido vítima da negligência do Estado no atendimento médico à população mais pobre – negligência essa que seria apenas um dos reflexos da criminalização das favelas e de seus moradores por uma política de combate ao tráfico de drogas preconceituosa e discriminatória, que legitima a violência estatal contra a parte menos favorecida da população em nome da suposta segurança da parcela mais rica. Exemplos são as chacinas da Candelária e de Vigário Geral.

Sobre a organização

A missão da Rede é construir e fortalecer uma rede de solidariedade, e manter um movimento permanente de resistência contra a violência institucionalizada que atinge as comunidades do Rio de Janeiro, por meio de mobilizações, divulgação de informações e pressão social sobre o poder público.

Parcerias

Comitê Suíça

Resultados

A organização ofereceu acompanhamento psicológico e jurídico, participou de audiências e, em parceria com o Instituto de Defensores de Direitos Humanos, realizou um curso de noções jurídicas. O apoio proporcionou mais credibilidade à rede.

Linha de Apoio

Edital Anual

Ano

2007

Valor doado

R$ 25 mil

Duração

10 meses

Temática principal

Garantia do Estado de Direito e Justiça Criminal

Ajude a transformar o país!
Colabore com nosso trabalho!

DOE AGORA

Projetos

Conheça os projetos apoiados pelo Fundo Brasil

Saiba mais