Notícias

Conheça os projetos selecionados no edital “Combatendo o Trabalho Infantil na Indústria da Moda”

Iniciativas de três regiões do país receberão até R$ 90 mil cada uma para enfrentar o problema

15 abril 2019

- por Cristina Camargo -

O Fundo Brasil, em parceria com o Instituto C&A, vai doar um total de R$ 900 mil para projetos que enfrentem o trabalho infantil na indústria da moda. Foram selecionadas onze iniciativas por meio do edital “Combatendo o Trabalho Infantil na Indústria da Moda”. Cada uma receberá até R$ 90 mil para realizar atividades no prazo de até 12 meses.

Veja aqui as iniciativas selecionadas:

Avante Educação e Mobilização Social (PE)

Cami – Centro de Apoio e Pastoral do Migrante (SP)

Grupo Conexão G de Cidadania LGBT de Favela (RJ)

Instituto Trabalho Decente (DF)

Instituto UESCC (PE)

Instituto Iddeia Cultura e Pesquisa (SP)

Instituto Vladimir Herzog (SP)

Rafael Diogo dos Santos (RS)

Silvia Pinheiro (RJ)

Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias do Vestuário de Sorocaba e Região (SP)

Wilbert Rivas (SP)

As iniciativas foram analisadas por um comitê de seleção externo e independente e também submetidas à governança do Fundo Brasil.

O Comitê de Seleção foi formado por Elisiane dos Santos, procuradora do Ministério Público do Trabalho; Giovana Barbosa, conselheira da Aliança pela Infância; Katiuscia Moreno, pós-doutoranda em combate ao trabalho escravo na indústria da moda; e Mércia Silva, diretora executiva do InPacto – Instituto Pacto Nacional para a Erradicação do Trabalho Escravo.

O problema

A exploração do trabalho infantil é uma das grandes violações de direitos humanos ainda existentes no Brasil. Tem impacto na saúde física e psicológica das crianças, além de ser considerada uma barreira para a educação infantil.

Veja alguns tópicos sobre o tema:

 

Indústria da moda

O Brasil é hoje um dos maiores produtores têxteis e de confecção do mundo e conta com uma estrutura fragmentada entre fábricas e oficinas de costura: 98% do setor de confecção de vestuário no país é formado por pequenas e microempresas, de acordo com informações do Sebrae.

É um cenário com oficinas de costura com baixa densidade tecnológica e mão de obra pouco qualificada e, muitas vezes, informal.

Além disso, segundo a Abit (Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção), cerca de 75% das vagas na indústria da moda brasileira são ocupadas por mulheres. E, por causa da desigualdade de gênero, essas trabalhadoras ficam vulneráveis à precarização do trabalho, à informalidade e à exploração.

Tudo isso tem impacto direto no aumento da utilização de mão de obra infantil.

“A situação é agravada pelo fato de que muitas das funções desenvolvidas pelas crianças, apesar de invisíveis, uma vez que se dão no ambiente doméstico, são classificadas como ‘piores formas de trabalho infantil’, segundo a Organização Internacional do Trabalho (OIT)”, diz o texto do edital.

Fundo Brasil

O Fundo Brasil é uma organização independente, sem fins lucrativos e com a proposta inovadora de criar meios sustentáveis para destinar recursos a organizações sociais que lutam pela defesa dos direitos humanos. A partir do apoio financeiro e técnico oferecido a essas organizações, o Fundo Brasil viabiliza o desenvolvimento de projetos de defesa e promoção de direitos humanos em todas as regiões do país, impactando positivamente no dia a dia de milhares de pessoas. Em atividade desde 2006, o Fundo já apoiou mais de 400 projetos.

Instituto C&A

O Instituto C&A é um instituto empresarial que atua na promoção de uma indústria da moda mais justa e sustentável no Brasil. O instituto tem o propósito de oferecer apoio técnico e financeiro, trabalhando em rede e fortalecendo seus parceiros para fazer com que a indústria da moda permita que seus trabalhadores prosperem.

 

 

Ajude a transformar o país!
Colabore com nosso trabalho!

DOE AGORA

Projetos

Conheça os projetos apoiados pelo Fundo Brasil

Saiba mais